q&a

01 - A quem se destinam os Prémios Design´18, organizados pelo jornal Meios & Publicidade?

São dirigidos a todas as empresas e profissionais na área do design que, a título individual ou integrados em empresas, tenham apresentado trabalhos em Portugal (Continente e Regiões Autónomas) ou que, tendo apresentado trabalhos no exterior, exerçam a sua actividade em Portugal.

02 – Quantas categorias serão premiadas?

Serão 45 categorias escolhidas pelo júri e mais dois prémios especiais para a “Atelier/Agência do Ano” e “Grande Prémio”.

03 – Como é contabilizado o número de peças por projecto?

É contabilizado da seguinte forma: um projecto, uma peça. Embora com algumas excepções, como por exemplo na categoria “Eventos”, “Branding” ou “Rebranding”, onde cada projecto poderá apresentar mais do que uma peça – no máximo de cinco.

04 – O preço a pagar diz respeito ao número de projectos ou ao número de peças por projecto?

O custo de cada inscrição é de 130€ (+ IVA). No caso de as empresas inscreverem um número igual ou superior a 11 trabalhos terão um desconto de 20% em todos os trabalhos (incluindo nos 10 primeiros). A inscrição de cada peça passa assim a ter um custo unitário de 104€ (+ IVA). Após dia 02 de Fevereiro, e durante uma semana, continuaremos a aceitar inscrições mas com uma penalização de 20% no preço. Assim, o valor unitário de cada inscrição passa de 130€ para 156€ no caso de inscrever até 10 trabalhos e de 104€ para 124,80€ se concorrer com mais de 10 aplicações.
Nas categorias 32 e 33 (Capa de Jornal e Capa de Revista) o valor de cada inscrição é de 50€ (mais IVA) no caso de inscrever 10 capas e de 40€ se inscrever 11 ou mais. A partir de dia 02 de Fevereiro, e durante uma semana, continuaremos a aceitar inscrições, mas com um acréscimo no preço de 20%.

05 – No caso de inscrever uma peça em mais do que uma categoria, como é feita a contabilização?

Cada categoria é uma inscrição, logo a contabilização é a soma das categorias.

06 – Num projecto da área digital, qual o suporte indicado para a apresentação de projecto?

No caso de produtos na área digital, solicitamos que os concorrentes enviem os trabalhos em formato digital através print screens das áreas mais importantes do projecto online, em formato jpeg ou tif. Exemplo: um site institucional deverá ter sempre a homepage e algumas páginas para onde a navegação do site flui. Pede-se igualmente que seja enviado o URL que permita ver/navegar no projecto em questão.

07 – Como serão escolhidos os dois prémios especiais?

a) O prémio “Atelier/Agência do Ano” será atribuído à agência/designer que for mais premiada na edição deste ano, ou que se destaque pela qualidade dos seus trabalhos apresentados a concurso.
b) O “Grande Prémio” será atribuído ao trabalho que o júri considerar como o melhor de todos os que se apresentarem a concurso.

08 – Poderão existir categorias sem vencedor?

Sim. Se o júri entender que nenhum trabalho a concurso numa respectiva categoria não tem qualidade suficiente, o prémio fica por atribuir.

09 – Poderão existir dois ou mais vencedores numa só categoria?

Sim. Em casos excepcionais, o júri pode seleccionar dois vencedores ou distinguir trabalhos com menções honrosas.

10 – Em quem consistem os prémios atribuídos pelo jornal Meios & Publicidade nas diversas categoriais?

A atribuição dos prémios consiste no reconhecimento do mercado da comunicação, e dos seus vários sectores, no trabalho feito pelos designers /agências. Os premiados terão divulgação junto da comunidade de assinantes do jornal Meios & Publicidade – e nos seus sub-produtos (site, redes sociais, e-newsletters), marcarão presença num suplemento especial que irá ser publicado com a edição especial dos prémios Meios & Publicidade na data de entrega dos prémios.

11 – Quando é que os premiados serão conhecidos?

Serão conhecidos na festa de atribuição dos prémios, a realizar no mês de Março em local a anunciar.

12 – Quem são os elementos do júri?

O júri é constituído por:

Catarina Pestana, fundadora e chief creative officer Bang Bang Agency

Filipa Montalvão, partner co-founder WHITE Brand Services

Filipe Mesquita, director criativo Pacifica

Hélder Pombinho, director criativo Y&R Branding

José Mendes, José Mendes

José Santana, director GQ

Maria João Matos, directora de comunicação Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

Nicolau Tudela, director de arte/grafismo RTP

Pedro Patrício, partner Wiz Interactive

Pedro Pires, CEO/CCO Solid Dogma

A estes elementos do júri junta-se a directora do jornal Meios & Publicidade, Carla Borges Ferreira, que apenas usará de direito de voto para desempate.

13 – É possível inscrever trabalhos que não tenham sido utilizados comercialmente, aqueles que na gíria da comunicação se chamam de “trabalhos fantasma”?

Todos os trabalhos inscritos têm de ter um objectivo comercial, ou seja, a organização dos Prémio Design Meios & Publicidade não permite a inscrição de trabalhos “fantasma”.

14 – Qual o prémio para os vencedores?

O prémio físico é um troféu. O troféu será entregue numa festa a decorrer em Fevereiro. Os vencedores das diversas categorias irão ver o seu nome divulgado nas páginas de um suplemento especial que será distribuído com o jornal e no próprio Meios & Publicidade.
© Copyright 2018 meiosepublicidade.pt. Todos os direitos reservados.